26 de julho de 2009

Vagabundo Confesso - Dazaranha

Bem, seguindo a idéia da Syssim, e eu adorei a idéia, vou postar de vez em quando um clipe de algum som que me faça feliz. A música que vou mandar aqui é de um grupo nativo de Floripa mesmo, o Dazaranha, que toca um pop rock todo original, enfatizando temas ilhéus de Floripa. Essa música fala de tudo que eu gosto: mar, natureza, uma cama, café, suco de laranja, Yemanjá, praia, rio, mato. Nos seus arranjos, emprega uma miscelânea de instrumentos de cordas e percussão que me contagiou.

Junto, vou colocar a letra da música. E espero que agrade a todos, e também à Syssim, da qual plagiei a idéia.

Enfim, a música é um dos retratos com os quais descrevo minha alma de "vagabundo" das idéias, "andarilho" das emoções.




Sou vagabundo eu confesso,
Da turma de 71

Já rodei o mundo
E nunca pude encontrar
Lugar melhor para um vagabundo,
Que um rio à beira mar
Odoiá odofiaba!!

Salve, minha mãe Iemanjá
Que foi que me deram pra levar
Pra dona Janaína que é sereia do mar
Pente de osso, laços e fitas
Pra dona Janaína que é moça bonita
Que é moça bonita

Café na cama eu gosto
Com um suco de laranja
mamão
Iêêê e um fino em cima da mesa
Amanhã quando você,
Quando você for trabalhar
Tome cuidado
Que é pra não me acordar
Eu durmo tarde,
A noite é minha companheira
Salve o amor salve a amizade,
a malandragem,
a capoeira
É a capoeira(2x)

Sou vagabundo eu confesso