12 de outubro de 2009

Sou Criança!! Não quero ficar velho por dentro!!

Hoje não quero filosofar como um adulto polido e modelado. Hoje eu quero pensar e falar com a Criança que renasce a cada manhã e que vê o novo dia como se fosse sua nova vida. Apenas temos a ilusão de que tudo está como na noite anterior, sem noção da passagem do Tempo, como se estivéssemos em um longo inverno polar. Assim, para muitos de nós, as nossasmanhãs continuam sombrias e pesadas, e a vida demuitos é uma eterna Noite Escura, depois da qual não háesperança de um novo alvorecer.

Esse é o sintoma primário de que nossa alma está se carcomendo com os paranhos e miasmas das frustrações e ilusões, como que ossos atrofiados sem a luz do Sol, sem movimentos.

A infância é isso: é sempre ter esperança que poderemos brincar na rua e nas poças de água, depois de passadas as tempestades. É nunca ver cada dia como se fosse igual aos anteriores. É sempre esperar um presente diferente da Vida, mesmo que esses presentes tragam as dificuldades de lidarmos com eles, com cada um deles, de forma diferente.




Não quero ficar velho por dentro. Não é meu corpo que não quero que fique desgastado e velho, mas minha alma. Há crianças, que quando ficam adolescentes, já apresentam um estado de estagnação e rabugice quase incorrigível. Há idosos, por outro lado, que fazem tudo a que a Vida lhes dá oportunidade que façam.

Acho que aferimos a idade de alguém não pelo estado do corpo físico. É pelo olhar, pelos atos e pelos sentimentos, pelo grau e intensidade de esperança que cada um é capaz de levar em seu coração. E esperança é ter paz, mesmo que combatendo, certeza de estarmos a caminho, embora quase nunca saibamos onde vamos parar. E a isso, eu chamo...





Semente do Amor!!

A criança, então, naturalmente, é o fruto do Amor!!



***Feliz Dia das Crianças!!***