22 de janeiro de 2009

Idoso português (com certeza, doido!!) decepa o dedo na frente de juíza

Foto: Editoria de Arte/G1

Português de 67 anos cortou o dedo após ficar insatisfeito com uma decisão da Justiça do país.

O português Orico Santos, de 67 anos, entrou no gabinete da juíza Cristina Oliveira, no Tribunal Judicial da Figueira da Foz (Portugal), e cortou o dedo indicador da mão esquerda na frente da magistrada após ficar insatisfeito com uma decisão, segundo o jornal português "Diário de Notícias".

Após ficar irritado com a decisão da juíza Cristina Oliveira, o idoso, que mora em Buarcos, "tirou da pasta uma faca de 17 centímetros" e desferiu "dois golpes no dedo indicador da mão esquerda", deixando na mesa pequenas partes de seu dedo.

Santos tinha ido ao tribunal para "protestar contra a execução judicial de um terreno". Mas, "insatisfeito" com a posição da juíza, ele resolveu se automutilar no gabinete da magistrada. O homem foi levado ao Hospital Distrital da Figueira da Foz.

*******

Bem, se tivesse sido cortado o dedo mindinho, e ele fosse brasileiro, diria que estaria tentando ensaiar um golpe de Estado, pretendendo tomar a presidência... vai que ele se elege por ser mais idoso e ter cortado mais de seu dedo... pelo menos ninguém diria que ele não teria como extrair cera do ouvido e "limpar o salão"...